quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Globalweb cria empresa para atuar no segmento de broker de serviço de nuvem | Virtues Media Portal de Notícias

Nova empresa atuará como intermediária na negociação entre um cliente e um fornecedor de computação em nuvem e também com oferta de infraestrutura própria de cloud


A Globalweb, fornecedora de software, outsourcing, infraestrutura de TI e cloud computing, coloca em operação neste mês a Globalweb Cloud, empresa que atuará como um broker de serviço de nuvem, ou seja, como intermediária na negociação entre um cliente e um fornecedor de computação em nuvem, inclusive com a oferta de infraestrutura própria de cloud. Com o ingresso nesse segmento, a companhia espera faturar cerca de R$ 200 milhões nos próximos dois anos.

O conglomerado   de TI, que possui mais de 3 mil clientes em nuvem, uniu à sua infraestrutura uma plataforma de gerenciamento e aplicativos de mercado para levar mais do que nuvem para as empresas. “Estamos trazendo para o Brasil um conceito totalmente novo de tecnologia em nuvem. Ao atuarmos como um verdadeiro broker, ofereceremos um marketplace de autosserviço que unifica em um mesmo painel de controle todas as soluções contratadas. Dessa forma, a gestão das ofertas acontece diretamente na plataforma, com opções para aumentar, reduzir ou mesmo cancelar os serviços.


O diferencial, segundo a empresa, é que a plataforma une tanto nuvens públicas consagradas no mercado, como Google, Amazon Web Services e Azure, quanto uma infraestrutura própria de data center da Globalweb Corp para nuvens privadas. Ainda há opção de mesclar as duas nuvens em uma cloud híbrida. Tudo isso, sem que o usuário tenha que se preocupar com qual fornecedor o está atendendo e que tipo de serviço será contratado. Ele simplesmente escolhe, contrata e começa a utilizá-lo”, afirma Marco Zanini, diretor comercial da Globalweb.

O executivo ressalta ainda que para fundar a Globalweb Cloud foi necessário fechar parcerias importantes com os maiores players de IaaS do mundo (como Amazon, Microsoft e Google) e também com líderes mundiais de orquestração e gestão em nuvem como Jam Cracker e ServiceNow.

A oferta da nova empresa visa atender por completo o cenário atual, ou seja, todas as necessidades de TI de empresas dos mais variados tamanhos e segmentos. Por isso, a Globalweb Cloud oferecerá um portfólio baseado em três pilares: infraestrutura como (IaaS), software como serviço (SaaS) e serviços profissionais. O primeiro item conta com ofertas que vão desde o outsourcing completo de servidores, o serviço de colocation para aquelas empresas que desejam permanecer com seu legado e também, o moving, para transferir todos esses servidores e equipamentos para o ambiente da Globalweb. Em SaaS, a empresa oferece mais de 100 opções, que vão desde aplicativos de gestão até soluções como G-Suite do Google e o Office 365.

Mais Lidas
Novo Oracle 18c usa machine learning para trabalhar de forma autônoma
Bancos se unem a projeto da IBM para criar plataforma de blockchain de comércio exterior
Utilities e agronegócio são os setores mais avançados na adoção de IoT no Brasil, indica estudo
Amazon traz para o Brasil solução física de transferência de dados para nuvem
A Globalweb Cloud atuará em dois mercados específicos: o de micro, pequena e médias empresas, por meio do portal Vouclicar.com, e o mercado de grandes corporações, tanto para empresas privadas quanto para o setor público, via Globalweb Cloud.  A empresa oferecerá ainda uma terceira solução: a construção, implementação e gestão de portais white labels para grandes clientes. Desta forma, empresas e governo poderão criar seu próprio broker de serviço em nuvem e prestar esse serviço para seus clientes internos, parceiros ou órgãos coligados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário